domingo, 2 de outubro de 2011

Aquele que é nascido de Deus (post 4) o maligno não lhe toca


Aquele que é nascido de Deus (post 4) o maligno não lhe toca

“Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca.” (I João 5:18).

Agora, por fim, temos a última característica daquele que é nascido de Deus: “o maligno não lhe toca”. As duas primeiras características mencionadas neste versículo eram exigências que Deus faz àqueles que se tornam seus filhos por meio da fé. A saber: não pecar voluntaria e deliberadamente e conservar-se puro em sua presença.  Já esta ultima característica, trata-se de uma promessa, uma promessa do Deus que não pode mentir, ele garante aos que, por meio da obediência a sua palavra, nascem de novo para ele, que lhes guardará de tal forma que o maligno jamais lhes poderá tocar.
A bíblia só registra um caso em que foi dada permissão para que o inimigo tocasse em um fiel, trata-se do justo Jó, e isto aconteceu sob total controle de Deus, para envergonhar o inimigo e mostrar a ele a integridade do seu servo. Se você é um nascido de Deus, tenha certeza, com você não é diferente. Satanás jamais poderia encostar uma unha suja dele em você, sem a permissão daquele que te comprou com o próprio sangue vertido na cruz.
A vida daquele que nasce para Deus está colocada no esconderijo do Altíssimo, desfruta da proteção da sombra do Onipotente, onde o inimigo jamais poderá penetrar. Ainda que estejamos peregrinando por este mundo, este esconderijo nos acompanha, pois a fiel palavra garante: “Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti.” (Salmos 91:7).
A bíblia diz que o nascido de Deus jamais precisará fugir do inimigo. Mas se nós lhe resistirmos firmemente e as suas tentações, é ele quem fugirá de nós. (Tiago 4:7) A única brecha que o maligno pode achar contra nós é na nossa desobediência a Deus. Por isso Pedro nos adverte: “Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; Ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo.” (I Pedro 5:8-9) O que deixa de vigiar realmente corre o risco de ser tragado pelo diabo, mas o que persevera em ser fiel pisa na cabeça da serpente.
Agora se você ainda não sabe por que motivo o maligno foge de nós, então eu vou lhe dizer. Na verdade ele tem mesmo um motivo muito forte para fazer isto, pois João nos escreveu dizendo: “maior é o que está em vós do que o que está no mundo.” (I João 4:4) O inimigo foge por que é cruel mas não é bobo! Ele sabe que infinitamente mais poderoso do que ele, é o Espírito de Deus que nos fieis habita. Aleluia!
Diante da majestade do nosso Senhor, o inferno é obrigado a se curvar. E as trevas se dissipam diante daquele que é a luz do mundo. Bem aventurado aquele que ao nascer para Deus encontrou esta luz! Pois “... não andará em trevas, mas terá a luz da vida.” (João 8:12).

Nascido para Deus, recebendo e mantendo, por meio da vigilância, a promessa daquele que é fiel, para jamais ser tocado pelo maligno.

2 comentários:

  1. Meu nobre irmão, gostei muito da mensagem, nos leva a refletir sobre a responsabilidade espiritual que temos como servos de Deus. Deus te abençoe ricamente e que a Palavra de Deus seja sempre abundante em sua vida, em nome de Jesus Cristo. Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Prezado Alan!
    Obrigado pela atenção!
    Deus continue lhe abençoando e usando grandemente.

    ResponderExcluir