quarta-feira, 3 de julho de 2019

Bartimeu e seu encontro com Jesus

Bartimeu e seu encontro com Jesus (esboço de pregação)  
Texto base: (Marcos 10.46-52) 
tipo de sermão: textual 

Introdução: Bartimeu era um homem marginalizado e desprezado por conta de sua enfermidade, ficava mendigando a beira do caminho, nem tão pouco o direito de ser chamado pelo nome ele tinha, era conhecido tão somente como o filho de Timeu. Mas um encontro com Jesus mudou tudo em sua vida. Ao contrário de alguns que não aproveitaram o seu encontro com Jesus (Nicodemos, o jovem rico), Bartimeu fez valer a pena o seu encontro com o filho de Deus. Vamos aprender algumas lições com Bartimeu e o seu encontro com Jesus: 

1- A importância de clamar começou a clamar” (v.47) 
“Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes.” (Jeremias 33:3) 
Deus jamais despreza aquele que a ele clama. 
“Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.” (1 Pedro 5:7) 
O Senhor cuida daquele que a ele clama. 

2- Saber a quem clamar “Jesus, filho de Davi” (v.47) 
“Levantarei os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro. O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra.” (Salmos 121:1,2) 
Só no Criador bendito podemos encontrar o verdadeiro socorro. 
“Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do Senhor nosso Deus.” (Salmos 20:7) 
Nossa confiança não está nos recursos humanos, mas em Deus. 

3- Não se intimidar frente aos obstáculos “o repreendiam... mas ele clamava cada vez mais” (v.48) 
“Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Romanos 8:35-39) 
Nada e nem ninguém pode nos privar do amor de Deus. 
“Ainda antes que houvesse dia, eu sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; agindo eu, quem o impedirá?” (Isaías 43:13) 
Ninguém pode parar o agir de Deus. 

4- Jesus para pra socorrer ao que clama “E Jesus, parando, disse que o chamassem” (v.49)  
“Assim como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor se compadece daqueles que o temem.” (Salmos 103:13) 
O nosso Deus é um pai amoroso que socorre aquele que a ele clama. 
“Porque, quando meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me recolherá.” (Salmos 27:10) 
Quando não pudermos confiar mais em ninguém, podemos confiar no Senhor. 

5- A benção maior “e seguiu a Jesus pelo caminho” (v.52) 
“Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.” (Mateus 6.33) 
Mais importante do que receber a benção é receber o abençoador. 
“Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.” (1 Coríntios 15:19) 
Mais importante que a cura do corpo é a cura da alma. 

Conclusão: Bartimeu aproveitou ao máximo o seu encontro com Cristo e foi ricamente abençoado. Sigamos pois o seu exemplo! 

terça-feira, 25 de junho de 2019

Quatro passos para uma vida espiritual vitoriosa

Quatro passos para uma vida espiritual vitoriosa (esboço de pregação)
Texto base: (Romanos 6.12-13)
tipo de sermão: temático

Introdução: Ainda não estamos totalmente livres do pecado, mas o fato é que ele não pode reinar mais em nossas vidas. Para estarmos vivos espiritualmente a busca pela santificação precisa prevalecer nas nossas vidas. E para conseguirmos isto existem alguns recursos aos quais podemos recorrer. Vejamos aqui quatro deles:

1- Andar na direção do Espírito:
(Gálatas 5:16) “Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne.”
(Se estivermos sendo dirigidos pelo Espirito a carne não poderá achar espaço nas nossas vidas)

(1 Pedro 2:11) “Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais, que combatem contra a alma;”
(as concupiscências carnais trazem prazer para a carne, mas adoecem o espirito)

(Romanos 8:13) “Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis.”
(Aquele que se deixa dirigir pela carne caminha para a morte, mas através do Espírito podemos mortificar as obras da carne no nosso corpo.)

(Romanos 8:14) “Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus esses são filhos de Deus.”
(a única maneira de sermos verdadeiros filhos de Deus é nos deixando ser guiados pelo seu Espirito para vivermos em vitória sobre o pecado)

2- Ter uma boa vida devocional (orar, ler a bíblia, cultuar e adorar a Deus)

(Romanos 8:5) “Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito.”
(Quem é dirigido pelo Espirito tem prazer mesmo é nas coisas espirituais, coisas que o aproximam de Deus.)

(Salmos 1:1,2) “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.
Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite.”
(O prazer do crente verdadeiro está em Deus e não no mundo)

(Salmos 84:10) “Porque vale mais um dia nos teus átrios do que mil. Preferiria estar à porta da casa do meu Deus, a habitar nas tendas dos ímpios.”
(O prazer do crente vitorioso é estar na presença de Deus)

3- Ser não só ouvinte, mas praticante da palavra.

(Salmos 119:11) “Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.”
(A palavra de Deus é a vacina que nos imuniza contra o pecado)

(Tiago 1:25) “Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade, e nisso persevera, não sendo ouvinte esquecediço, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito.”
(O que ouve e pratica a palavra de Deus é bem-aventurado em tudo)

(Josué 1:8) “Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido.”
(A nossa vitória está em praticar toda a palavra de Deus)

Deuteronômio 28:1-6 “E será que, se ouvires a voz do SENHOR teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o SENHOR teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra. E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz do Senhor teu Deus: Bendito serás na cidade, e bendito serás no campo. Bendito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e o fruto dos teus animais; e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas. Bendito o teu cesto e a tua amassadeira. Bendito serás ao entrares, e bendito serás ao saíres.”
(Em todo tempo será bendito, aquele que pratica a palavra de Deus)

4- Não deixar de congregar.

(Hebreus 10:25) “Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.”
(Quanto mais próxima está a vinda de Jesus, mas precisamos nos reunir e nos admoestar mutuamente)

(Salmos 27:4) “Uma coisa pedi ao Senhor, e a buscarei: que possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor, e inquirir no seu templo.”
(O melhor lugar para o crente estar é na casa de Deus)

(Salmos 122:1) “Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor.”
(O verdadeiro cristão jamais pode perder esta alegria)

Conclusão: Se nos deixarmos ser dirigidos pelo Santo Espírito, buscando ter um bom relacionamento com o nosso Senhor, nos empenhado para sermos verdadeiros praticantes da palavra de Deus e não nos afastarmos da sua casa, certamente teremos uma vida espiritual vitoriosa.

sexta-feira, 15 de março de 2019

Lições do milagre do azeite da viúva


Lições do milagre do azeite da viúva (Esboço de pregação)
Texto base: (2 Reis 4.1-7)
tipo de sermão: textual

Introdução: Através desta comovente história e do maravilhoso agir de Deus na vida desta mulher podemos extrair grandiosas lições para as nossas vidas.

1- Deus vela pelos que o temem (até depois de recolhê-los) “o teu servo temia ao SENHOR” (v.1).
“Saberás, pois, que o Senhor teu Deus, ele é Deus, o Deus fiel, que guarda a aliança e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e guardam os seus mandamentos.” (Deuteronômio 7:9)
A fidelidade do Senhor alcança até mil gerações dos que lhe são fieis.
“Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão.” (Salmos 37:25)
O Senhor jamais desampara o justo e nem a sua descendência.
“O Senhor guarda a todos os que o amam; mas todos os ímpios serão destruídos.” (Salmos 145:20)
O Senhor protege os justos como a galinha aos seus pintinhos debaixo de suas asas.

2- Deus nos usa a partir do que já temos “Dize-me que é o que tens em casa” (v.2).
“Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares.” (Josué 1:9)
Se nós nos esforçarmos Deus em tudo será conosco para nos abençoar.
“De sorte que, meus amados, assim como sempre obedecestes, não só na minha presença, mas muito mais agora na minha ausência, assim também operai a vossa salvação com temor e tremor;” (Filipenses 2:12)
Cristo pagou o preço que nós não podíamos pagar, agora Ele deseja ver o nosso esforço para segui-lo.
“E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz do Senhor teu Deus:” (Deuteronômio 28:2)
Se cumprirmos a condição (obedecer) todas as bênçãos Dele nos alcançarão. 

3- O crente precisa se relacionar bem com a sociedade “Vai, pede emprestadas, de todos os teus vizinhos, vasilhas vazias, não poucas” (v.3).
“Convém também que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta, e no laço do diabo.” (1 Timóteo 3:7)
Tanto os pastores, quanto os demais crentes, precisam dar um bom testemunho para os que estão fora do evangelho.
“E procureis viver quietos, e tratar dos vossos próprios negócios, e trabalhar com vossas próprias mãos, como já vo-lo temos mandado; Para que andeis honestamente para com os que estão de fora, e não necessiteis de coisa alguma.” (1 Tessalonicenses 4:11,12)
O Senhor nos chama para ser exemplo para esta sociedade perdida.
“Mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade.” (1 Timóteo 3:15)
A igreja do Deus vivo está posta como referencial neste mundo.

4- Precisamos ter o nosso particular com Deus “fecha a porta sobre ti, e sobre teus filhos” (v.4).
“Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente.” (Mateus 6:6)
O nosso momento com Deus é importantíssimo.
“E, chegando Eliseu àquela casa, eis que o menino jazia morto sobre a sua cama. Então entrou ele, e fechou a porta sobre eles ambos, e orou ao Senhor.” (2 Reis 4:32,33)
Eliseu teve um particular com Deus naquele quarto e o morto voltou à vida.

5- Deus nos concede muito além do que pedimos ou pensamos “Vai, vende o azeite, e paga a tua dívida; e tu e teus filhos vivei do resto” (v.7).
“Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam.” (1 Coríntios 2:9)
Deus tem reservado para nós coisas infinitamente superiores aquilo que podemos imaginar.
“Provai, e vede que o Senhor é bom; bem-aventurado o homem que nele confia.” (Salmos 34:8)
Somos convidados a provar a bondade do Senhor todos os dias.

Conclusão: Precisamos ter a convicção de que o Senhor vela por seus fieis, que Ele deseja nos usar a partir do que Ele já nos concedeu, que precisamos dar um bom testemunho do seu nome, que não podemos abrir mão do nosso particular com Ele e que Ele tem sempre o melhor reservado para nós que o amamos.