segunda-feira, 7 de maio de 2012

Se Deus é por nós, quem será contra nós?

Se Deus é por nós, quem será contra nós?

“Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas? Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.” (Romanos 8:31-34)

Ao lermos a bíblia descobrimos que o tempo desta vida não é um tempo de descanso e de bonança, mas um tempo de lutas e de muitas tormentas. O próprio Jesus nos instruiu a termos bom ânimo, pois haveremos de enfrentar muitas aflições neste mundo: “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 16:33).
Paulo também era bem conhecedor da realidade das aflições deste mundo hostil, em suas viagens missionárias ele tinha o costume de alertar os crentes para o fato de que “...por muitas tribulações nos importa entrar no reino de Deus.” (Atos 14:22) Mas aqui ele é levado pelo Espirito a entender algo muito profundo, pois ainda que estejamos em um mundo cheio de adversidades, estamos ao lado de um Deus que a todas elas pode vencer! Por isto ele diz: “Se Deus é por nós, quem será contra nós?”.
O que Paulo constatou não foi a ausência de inimigos, mas a incapacidade deles em nos vencer quando o Senhor está do nosso lado. Faraó, com o seus carros de guerra, parecia indestrutível diante dos frágeis Israelitas, mas como o Senhor estava com eles, Faraó foi esmagado e os pequeninos servos do Senhor tiveram uma gloriosa vitória.
O gigante Golias transpirava superioridade de força diante do quase indefeso Davi, mas ainda que o gigante tivesse armas potentes, o pequeno pastor o enfrentava em nome do Senhor dos Exércitos, por isto o gigante veio ao chão. Se Golias não subsistiu diante daquele que era por Davi, os gigantes que se levantam contra nós também não poderão!
No entanto, Paulo diz que se Deus nos permite enfrentar estas aflições, assim como também nem mesmo a Cristo ele poupou de enfrenta-las por causa de nós, ele certamente também nos recompensará e nos honrará como também o fez a ele: “Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?”.
Se sofrermos tribulações com Cristo, em todas elas ele nos dará vitória e ainda seremos recompensados quando se manifestar definitivamente a sua glória “Mas alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo, para que também na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis.” (I Pedro 4:13)
Então se ele for por nós, ninguém poderá nos acusar: “Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus?”. Pois é Ele que nos justifica. Ninguém poderá nos condenar: “Quem é que condena?” Pois Cristo nos comprou com o seu sangue.
Mas ele só será por nós se vivermos a sua vontade!

Buscando estar sempre ao lado do Senhor, pois com Ele os inimigos não me resistirão.
Sidone Gouveia

Nenhum comentário:

Postar um comentário