quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Se andarmos na luz temos comunhão


Se andarmos na luz temos comunhão
      
“Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.” (I João 1:7)

Os problemas de relacionamento são constantes entre os seres humanos, infelizmente até entre os que nasceram de novo, até no convívio entre irmãos que participam de uma mesma comunidade cristã, que fazem parte de uma mesma igreja. A maior causa das discórdias entre nós surge da nossa própria natureza carnal, são decorrentes das obras da carne que por vezes buscam se manifestar em nós, coisas tais como: inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, invejas, etc. Sentimentos e atitudes que precisam ser mortificados em nós.
 João, no entanto, pelo Espírito Santo, nos dá uma receita tremendamente simples para conseguirmos andar em comunhão uns com os outros, só há uma condição que devemos cumprir para conseguirmos isto, basta “andarmos na luz” assim como na luz o nosso Deus está.
Andar na luz significa praticar coisas que agradam a Deus, coisas que podem ser vistas por todos, coisas que não buscaremos esconder: “Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas. Mas quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque são feitas em Deus.” (João 3:20-21).
Aquele que acredita que está na luz, e professa isto, deve estar certo de que não odeia o seu irmão, pois se odeia, na verdade está em trevas. Já aquele que demonstra amor pelo seu irmão, prova com isto que está na luz: “Aquele que diz que está na luz, e odeia a seu irmão, até agora está em trevas. Aquele que ama a seu irmão está na luz, e nele não há escândalo.” (I João 2:9-10).
Aquele que odeia o seu irmão é como alguém que segue sem rumo, que não consegue saber para onde vai, pois anda em trevas que não lhe permitem enxergar o caminho: “Mas aquele que odeia a seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde deva ir; porque as trevas lhe cegaram os olhos.” (I João 2:11).
Quando eu verdadeiramente me esforço para cumprir esta condição que Deus requer de mim para que eu consiga andar em comunhão com os meus irmãos, a saber: andar na sua luz. Além de atingir este primeiro objetivo, eu ainda alcanço por tabela outro de vital importância, a purificação dos meus pecados: “e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado”.

Buscando caminhar dia após dia na luz do meu Senhor, para ter comunhão com meus irmãos e a purificação dos meus pecados.

Sidone Gouveia


6 comentários:

  1. muito edificante suas mensagens irmão Sidone por isto já estou seguindo o seu blog que DEUS possa continuar te abençõando mais e mais.também tenho um blog o enderenço é quandoalutarchegar se quiser depois passar lá amém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém irmã Marta! Muito obrigado pela sua atenção!
      Já estou tb seguindo o seu blog... Um grande abraço ao seu nobre esposo irmão Adão. Deus vos abençoe mais e mais!

      Excluir
    2. Gloria a Deus por essa mensagem, fui ricamente edificado varao, que vc continue a fazer aquilo que foi chamado, muitas vidas serao alcançadas atraves de vc.um abraço e fica na paz.






















      Excluir
    3. Amém! Obrigado! Deus lhe abençoe!

      Excluir
  2. muito boa palavra nos dias de hoje precisamos ter comunhão pq na vdd não estamos tendo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que o Senhor nos dê graça para sermos melhores cristãos irmão Darci! Deus lhe abençoe!

      Excluir