segunda-feira, 4 de junho de 2012

Sonda-me ó Deus


Sonda-me ó Deus

“Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos.
E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.”
(Salmos 139:23-24)

Sem dúvida o salmo 139 é um dos mais fascinantes da bíblia, ao longo dele o cantor sagrado se ocupa em falar sobre como é tremenda a onisciência de Deus, de como ele nos conhece perfeitamente, não só por fora com também por dentro. Ele fala de uma tal ciência que nós é maravilhosíssima, pois por mais que os homens nos julguem pela impressão que tem de nós, o Senhor conhece todos os nossos caminhos.
Agora nos últimos dois versículos o salmista faz uma petição ao Deus que tão bem lhe conhece, para que ele o guie no caminho da vida eterna. Depois de reconhecer que Deus tem poder para nos sondar o mais profundo do ser, o salmista suplica para que o Senhor faça isto com ele, a fim de verificar se há nele “algum caminho mau” que pudesse ser corrigido. Esta sem duvida é a atitude que Deus espera de cada um dos que o buscam, que estejam dispostos a lutar para arrancar de suas vidas qualquer “caminho mau”.
Como o Criador bendito conhece perfeitamente a nossa estrutura, então ele não exige de nós um completo estado de santidade enquanto ainda estamos nesta vida, porém, só aquele que tiver uma verdadeira fome pela santificação poderá, de fato, vê-lo face a face: “Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor;” (Hebreus 12:14).
O servo do Senhor lhe roga para que ele lhe conheça o coração e lhe prove e conheça os pensamentos, pois é aquilo que está no nosso coração e na nossa mente que determinará as nossas atitudes. Nós usamos como base para decidir sobre nossas constantes escolhas, aquilo que há armazenado dentro de nós. Dai a necessidade de nos enchermos da infalível Palavra de Deus: “Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.” (Salmos 119:11).
O desejo de Deus é que nós sejamos uma casa para sua palavra, uma casa onde ela habite com abundância “A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria...” (Colossenses 3:16).
“Coração” e “pensamentos” falam respectivamente de emoção e razão, o servo do Senhor não pode ser nem só um, nem só o outro, mas um equilíbrio entre ambos. E, por sua vez, ambos devem estar totalmente subordinados a vontade soberana de Deus.
E por fim, o servo do Senhor revela qual é a sua maior preocupação: “guia-me pelo caminho eterno”. Os que não conhecem verdadeiramente a Deus estão presos nos caminhos passageiros desta vida, os que enxergaram o seu reino estão com os olhos fixos no caminho eterno.

Sonda ó Deus os meus sentimentos e emoções, sonda o meu intelecto e razão, e me faz conhecer se há em mim algum caminho que não te agrada. Caso haja, ó Deus, me livre dele e me guie pelo seu caminho da vida eterna.
Sidone Gouveia

10 comentários:

  1. O mais importante para todos que reconhecem a soberania de Deus sobre as nossas vidas, é que vale a pena pagarmos um preço em prol desse amor que Deus por nós tem demonstrado, pois a própria palavra nos assegura, que, ainda que sejamos infiéis ele permanece fiel para conosco.
    DEUS CONTINUE USANDO O AMADO!

    ResponderExcluir
  2. Amém pastor! Obrigado pelo apoio! Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  3. Pastor obrigado pela mensagem, sei que vou ter crescimento Espiritual, e aprender mas de Cristo. Amem

    ResponderExcluir
  4. Estudo maravilhoso! Sei que vou tirar bastante proveito para meu crescimento espiritual!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém! Graças a Deus por isto! Deus lhe abençoe!

      Excluir
  5. Palavras tremendas, de um capítulo tremendo...
    Deus o abençoe pastor, me ajudou muito no meu estudo.

    ResponderExcluir
  6. isso é benção de Deus, Aprendi mais um pouco de Jesus nesse estudo! a paz para os amados irmãos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A paz do Senhor irmão Raphael! Que o Senhor continue te abençoando!

      Excluir