quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

O peso do pecado (ilustração para pregação)

O peso do pecado

Certa vez um cristão foi a um rio buscar um balde de água, chegando lá resolveu dar um mergulho. Saindo do rio ele encheu o balde e tomou novamente o seu caminho e enquanto caminhava começou a pensar:
Enquanto eu mergulhava, milhares de litros d’água estavam sobre mim, mas eu não sentia o seu peso, agora que já estou fora da água estes poucos litros neste balde são bem pesados para levar.
E então ele concluiu que o pecado é da mesma forma, quando estamos mergulhados nele não sentimos o seu peso, tudo parece natural. Mas quando saímos do pecado ele se torna um peso para nós.
E você? Consegue sentir o peso do pecado?

“Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro.” (2 Pedro 2:20)

“Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus.”(1 João 3:9)

“Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados,
Mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários.” (Hebreus 10:26,27)

Baseado na experiência de Sundar Singh (O Apóstolo dos Pés Sangrentos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário