quarta-feira, 31 de agosto de 2016

A transformação pela renovação do nosso entendimento

A transformação pela renovação do nosso entendimento

“Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12:1-2)

O cristão é chamado para ser uma nova criatura em Cristo Jesus (2 Coríntios 5:17), para viver e andar de maneira transformada na presença do Senhor. Mas para que esta transformação seja uma realidade constante em nossas vidas, uma coisa é fundamental: a renovação do nosso entendimento. Precisamos deixar de pensar, de analisar e de enxergar o mundo como o mundano vê. Precisamos encará-lo com o olhar de Cristo.
O entendimento é algo vital para o ser humano, como ser racional que é. É o entendimento que dirige as ações do ser humano. Um exemplo simples nos ajuda a entender isto: Quando saímos de casa para ir a um lugar costumeiro, seja o trabalho, a igreja, ou mesmo ao mercado, não precisamos de GPS, aquela rota está gravada em nossa mente e naturalmente chegamos lá. Espiritualmente não é diferente. Percorreremos sempre o caminho por onde nosso entendimento nos guiar. Dai a grande necessidade de termos um entendimento transformado e moldado pela palavra de Deus.
Um passo importante para termos um entendimento renovado é estarmos dispostos a nos apresentar como sacrifício vivo a Deus. É estarmos dispostos a nos rendermos sem reservas. Jamais poderemos corresponder na mesma altura o amor que Cristo nos demonstrou, pois ele sendo Deus se fez homem para morrer por nós. Mas no mínimo devemos entregar e dedicar as nossas vidas a Ele: E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.” (2 Coríntios 5:15).
Outro passo para termos um entendimento renovado é não nos conformarmos com este mundo, haja visto, que o mundo e o reino de Deus tem governos opostos, ou seja, enquanto o reino de Deus é dirigido por Cristo o mundo jaz no maligno (1 João 5:19) que é o seu príncipe (João 12:31). Por isso a visão do mundo jamais contemplará a vontade de Deus, mas sim a vontade daquele que o dirige. Assim nós, os filhos de Deus, não poderemos jamais nos conformar com esta sua visão. O Senhor Jesus bem disse que nós estamos neste mundo, mas não pertencemos a ele (João 17:11-14).
O texto de Paulo nos mostra claramente que só quando tivermos uma vida transformada, o que só é possível se tivermos também um entendimento renovado pela palavra de Deus o que nos fará pensar e enxergar como Cristo e não como o mundo. Só então, poderemos também experimentar a vontade de Deus a qual é boa, agradável, e perfeita para as nossas vidas.

Buscando sempre na palavra do meu Deus a renovação do meu entendimento, para viver assim de maneira transformada e experimentar a boa vontade Dele em todo tempo.


Sidone Gouveia


Nenhum comentário:

Postar um comentário