sábado, 29 de agosto de 2015

A luta interior do crente (esboço de pregação)

A luta interior do crente (esboço de pregação)  
Tipo de sermão: tópico  (Veja também: Tipos de Sermões)
Texto base: (Romanos 7.14,15,18,21-24)  

Introdução: Todo cristão, assim que confessa a Cristo por seu Senhor e Salvador, adquire três inimigos ferrenhos que batalharão contra ele todos os dias de sua jornada nesta terra. O primeiro inimigo é o próprio inimigo de Deus, o adversário, Satanás. O segundo inimigo é o mundo, que é o sistema de vida das pessoas que ainda não conheceram a Cristo, e ele é regido pelo próprio Satanás. Já o terceiro inimigo é o mais perigoso, é dele que Paulo fala no texto que tomamos como base, é a nossa própria carne, ele é o pior porque está conosco o tempo todo, é uma luta interior. Vejamos a seguir três verdades importantes sobre essa nossa luta: 
  
1. A vitória sobre a carne está em andar no Espirito. 
- (Gálatas 5:16) Se andarmos em Espírito não cumpriremos a concupiscência da carne. 
- (Romanos 8:5) Os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito. 
- (Colossenses 3:1-3) Se já ressuscitamos com Cristo devemos buscar as coisas que são de cima, e pensar nas coisas que são de cima.  

2. O resultado da nossa luta interior define se nós mesmos seremos vencedores ou derrotados. 
(Romanos 8:13) Se vivermos segundo a carne, morreremos; mas, se pelo Espírito mortificarmos as obras do corpo, teremos vida. 
(Gálatas 6:7,8) A lei da semeadura diz que ninguém deve se enganar, pois o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. 
- (Marcos 8:35) O Senhor Jesus diz que qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, mas, qualquer que perder a sua vida por amor Dele e do evangelho, esse a salvará.  

3. O prazer do justo está em vencer a carne. 
- (Salmos 1:1,2) O prazer do crente não está em andar com os ímpios nem em fazer a vontade da carne, mas antes está o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. 
- (Romanos 6:16O justo se torna servo de Cristo para não ser escravo do pecado. 
- (Salmos 119:136) O servo de Deus sente pesar e tristeza ao contemplar a desobediência a sua Palavra.  

Conclusão: Se buscarmos incessantemente a coisas que são do Espirito não teremos tempo para a carne e assim a venceremos. Quando nós a vencermos, nós mesmos seremos vencedores, e o nosso prazer estará sempre em vencê-la e viver segundo a vontade do nosso Senhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário