quarta-feira, 7 de agosto de 2013

O milagre na vida de Naamã


O milagre na vida de Naamã


      

“E Naamã, capitão do exército do rei da Síria, era um grande homem diante do seu senhor, e de muito respeito; porque por ele o SENHOR dera livramento aos sírios; e era este homem herói valoroso, porém leproso.
Então desceu, e mergulhou no Jordão sete vezes, conforme a palavra do homem de Deus; e a sua carne tornou-se como a carne de um menino, e ficou purificado.” (2 Reis 5:1,14)

Naamã sem dúvida é um personagem bíblico muito conhecido, mas não é atoa, afinal de contas o milagre do Senhor na vida deste homem foi algo muito grande. Ele era portador de uma doença terrível, na época, incurável. Mas Deus, através do profeta Eliseu, o restaurou completamente. O próprio Senhor Jesus, mais tarde, reconhece que Naamã foi um privilegiado: “E muitos leprosos havia em Israel no tempo do profeta Eliseu, e nenhum deles foi purificado, senão Naamã, o siro.” (Lucas 4:27).
Sabemos que Naamã foi grandemente abençoado, mas o que eu quero analisar com você é como Naamã lidou com o seu milagre. O que ele fez para alcança-lo, e como ele agiu depois de ter tomado posse dele.
Algo importante para observarmos em Naamã é que ele creu e buscou o milagre em sua vida, assim que ele soube da possibilidade de alcança-lo, imediatamente buscou uma forma para isto: “Então foi Naamã e notificou ao seu senhor, dizendo: Assim e assim falou a menina que é da terra de Israel.” (2 Reis 5:4). A jovem israelita que estava como criada em sua casa havia apontado o caminho da cura, Naamã tratou de conseguir logo a autorização do rei da Síria, seu senhor, para ir até a sua benção.
Se ficarmos inertes permaneceremos derrotados, mas a bíblia garante que aquele que busca alcança de Deus a sua vitória: “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á.” (Mateus 7:7-9).
Naamã foi diligente em perseguir a sua benção, mas havia um outro elemento essencial que ele precisava demonstrar para receber o milagre de Deus: a humildade. Sem ela é impossível alcançar do Senhor alguma coisa: “...revesti-vos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.” (1 Pedro 5:5).
O profeta não recebe Naamã com as honrarias que ele esperava por ser um grande general, apenas manda um recado para que ele mergulhe sete vezes no riozinho de Israel e assim ficaria curado. Foi neste momento que o orgulho tentou tirar a benção de Naamã, estava decidido a ir embora, mas um sábio conselho dos seus servos o fez se humilhar, por isto o texto diz que ele “desceu” ao Jordão. Quando descemos para fazer a vontade de Deus ele nos ergue com a vitória que buscamos.
A historia de Naamã até aqui é fascinante, ele recebe o milagre e fica admirado com o Senhor, veja o que ele diz: “Eis que agora sei que em toda a terra não há Deus senão em Israel;” (2 Reis 5:15). Mas no final desta historia há algo pouco comentado mas digno da nossa atenção, veja que apesar de Naamã ter sido tremendamente impactado pelo que Deus fez, ele pretende continuar a sua mesma vida de antes. Ele decide servir ao Senhor, mas não pensa na possibilidade de abrir mão da sua posição: “E disse Naamã: Se não queres, dê-se a este teu servo uma carga de terra que baste para carregar duas mulas; porque nunca mais oferecerá este teu servo holocausto nem sacrifício a outros deuses, senão ao Senhor.
Nisto perdoe o SENHOR a teu servo; quando meu senhor entrar na casa de Rimom para ali adorar, e ele se encostar na minha mão, e eu também tenha de me encurvar na casa de Rimom; quando assim me encurvar na casa de Rimom, nisto perdoe o SENHOR a teu servo.” (2 Reis 5:17-18).
Naamã queria servir ao Senhor, mas havia uma condição, a bíblia nos ensina a nos entregarmos a Deus incondicionalmente. O texto não revela se o Senhor perdoaria ou não a Naamã por se dobrar diante de um falso deus para agradar ao seu senhor humano, mas uma coisa é certa, Naamã estava abrindo mão de ter um relacionamento muito mais profundo com o Deus que ele acabara de conhecer.
Naamã se interessou pelas mãos de Deus, mas abriu mão de algo ainda mais glorioso, a sua face. Que mais do que as bênçãos do Senhor, possamos desejar desfrutar da sua presença, pois só nela há abundância de alegria.

Perseguindo o milagre, me humilhando diante daquele que o pode dar e preocupado em não desprezar o milagre maior que é a sua presença em minha vida.

Sidone Gouveia

8 comentários:

  1. Eu vejo a musica da Damares desta forma,a Bíblia diz que não devemos julgar ninguém,mateus 7.1-2.não devemos ser radical mais sim a luz do mundo e o sal da terra,mateus 5.13-14.isto é o cristianismo,então pense bem no que postar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela sua participação! Mas não acredito que a minha visão seja radical. Acredito ainda que ser Sal e Luz com certeza significa colocar o reino de Deus em primeiro plano. Que o Senhor nos dê sabedoria para entender a sua vontade!

      Excluir
  2. Amado você comenta que a bíblia não revela se o Senhor perdoou o não a naamã mas no v. 19 Eliseu lis disse, vai em paz, Isso não seria um perdão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo que não meu prezado irmão. Mesmo porque, no meu entender, embora Eliseu fosse um profeta inegavelmente poderoso em obras, não tinha autoridade para perdoar pecados. A bíblia só atribui este poder ao Senhor Jesus, que como o Pai também é Deus! Obrigado pela sua participação!

      Excluir
  3. Fiqui com duvida Deus perduou naama sim. Ou. Nao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Luiz! infelizmente creio que isto nós só saberemos na glória!

      Excluir
  4. Estudo tremendo e Abençoado Deus seja louvado pela sua vida meu amado irmão forte abraço, lembre-se o que está escrito em Lucas 9:23-25
    LUCAS Cap. 9
    23 Em seguida dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz, e siga-me.
    24 Pois quem quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas quem perder a sua vida por amor de mim, esse a salvará.
    25 Pois, que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, e perder-se, ou prejudicar-se a si mesmo?
    A cura Naamã recebeu mas, a salvação seria possível se ele tivesse abandonado a velha vida e se dobrar somente o Senhor nosso Deus Jeová, Amém! Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém pastor! Obrigado por participar! Grande abraço!

      Excluir